Categoria "Destaques"

Diário de Viagem: Cruzeiro Pullmantur MS Souvereign – Parte 03

Em 12.12.2016   Arquivado em Destaques, Diário de Viagem

E chegamos a mais um post sobre os meus dias no cruzeiro da Pullmantur MS Souvereign! Para conferir os primeiros posts é só clicar aqui na parte 01 e 02.

Hoje vou falar um pouco sobre minha percepção no primeiro dia que estive lá, atendimento e muito mais.

Eu viajei através de um pacote na CVC, então o translado foi através deles. Eu sai num ônibus as 02:30 a.m, me levando direto a Santos. O ônibus é super confortável, com direito até a lanchinho (pacote com biscoitos Bauducco, doces e água).

O processo no porto é um pouco demorado. É preciso fazer check-in, pegar duas filas pra preencher umas fichas, pegar os cartões de acesso, deixar as malas com o pessoal da embarcação, pra então, poder entrar no navio. Mas quando você acha que finalmente está livre pra aproveitar tudo, ainda tem que passar pelo constrangedor detector de metais. hahaha
Constrangedor, porque mesmo depois de tirar todos os brincos e correntes que pedem, ainda tive que passar 2 vezes por ele – morrendo de vergonha – até descobrir que eu havia esquecido de tirar o piercing, e detalhe, eu estava usando macacão!
Ainda bem que o pessoal de lá é tranquilo e entenderam na hora. Com tantos anos que eu tinha, nem mesmo lembrava que eu estava usando.

Ao entrar no navio é tudo novidade, muito antes do dia de viagem (ainda na CVC) fomos informados de que era preciso levar uma troca de roupa extra e até mesmo um biquíni em alguma mala de mão. As malas podem demorar horas para chegar na cabine, e para não correr o risco e aproveitar o navio ainda nos primeiros minutinhos, é sempre bom ser precavido.

Entramos no navio quase próximo do horário de almoço, então fomos correndo almoçar em um dos decks. O nosso escolhido foi o Buffet Panorama no Deck 11, com self-service e uma comida maravilhosa.

Quando eu queria relaxar eu ia até o The Spinnaker Piano Bar tomar um Screwdriver, que nada mais é que suco de laranja com vodka!

As nossas malas só chegaram na cabine próximo ao fim da tarde, então deu pra aproveitar pra conhecer todos os decks com calma antes do jantar. O navio começou a navegar rumo ao Rio de Janeiro somente de noite.

O horário da minha janta (e de quem escolheu o primeiro turno) era as 19:30, são dois turnos e eu escolhi o mais cedo, pois assim já me sentia livre pra ir aos outros eventos do navio e aproveitar a noite.

Seria tudo perfeito, se não fosse por um detalhe: enjoo. Eu levei remédio para todos os problemas que eu achei que pudesse passar, mas no primeiro dia o balançar do navio ficou muito evidente. Percebia ele indo pra lá e pra cá ainda no banho, ao caminhar pelo navio, e quando sentei para comer conseguia sentir ainda mais, e então, me revirou o estômago.

Todos os dias tinha cardápio novo, com direito a escolhermos uma opção de entrada, prato principal e sobremesa.
Eu estava tão ruim de estômago, que comi muito pouco e detestei os pratos que escolhi. Sai de lá tão decepcionada que a única coisa que conseguimos fazer foi entrar na cabine, tomar remédio, deitar e dormir (ou tentar, pois eu me sentia deitada em uma boia dentro de uma piscina haha).

Sim, dormimos no primeiro dia as 22:00. Me sinto triste por não ter aproveitado ainda mais o navio. Ficamos com tanto medo de passar mal novamente que tomamos 1 remédio pro estômago de manhã e 1 de noite, todos os dias. Foi uma maravilha, pois nem mesmo o balançar do navio me incomodava mais, e pra ser sincera, hoje sinto uma saudade enorme disso.

E até o jantar ficou delicioso hahah o horário do jantar era um dos meus preferidos! Então, quem for viajar de navio lembre-se disso: levar uma caixinha de remédio para enjoo! 😀

Gostaram? No próximo post irei contar sobre minha viagem ao Rio de Janeiro! 😀

Um beijo!

Look Do Dia: Legging Destroyed Zaful

Em 22.11.2016   Arquivado em Destaques, Look

Fazia um BOM TEMPO que eu não trazia look do dia para vocês, né?! Pois o tempo por aqui anda tão doido, com tantas variações durante o dia, que acabo trocando de roupa várias vezes sem nem lembrar de registrar para vocês.

Mas esse final de semana fez um dia bem gostoso no sábado. Na sexta choveu bem, então durante o dia estava bem fresquinho, com um sol fraquinho para acompanhar. Aproveitei para tirar do guarda-roupa algumas peças que estavam paradas.

Resolvi combinar uma legging preta destroyed com uma regata branca.

A legging é da Zaful, onde já fiz um post sobre o site aqui. Vi que muitas pessoas tem dúvidas quanto a qualidade e se chega direitinho, principalmente as brasileiras que pretendem comprar lá.
Eu escolhi 3 peças do site, e em todas me surpreendi pela qualidade: todas vieram do jeito que eu imaginava, de muito boa qualidade. Uma delas é essa legging, que eu achei linda e virou meu xodó! 😀

Quanto ao tempo de entrega, demorou razoavelmente para uma encomenda que vem de fora, uns 2 meses. Caso tenha gostado e quer uma igual, é só clicar aqui, ou caso queira ver outros modelos de calça legging que eles tem.
Aproveitem que o preço deles é ótimo!

Para dar mais estilo ao look optei por um colete jeans e tênis branco, que está em alta. O modelo é de cano baixo, bem confortável.

Usei: Regata: Marisa | Colete: Clock House | Legging: Zaful | Tênis: Nike | Bolsa: Donnê

Gostaram do look?

Um beijo!

O Meu Ombré Hair ღ

Em 28.12.2015   Arquivado em Cabelos, Destaques

Quem me conhece a ANOS sabe do meu grande desejo de fazer o famoso Ombré Hair, mas quem disse que eu arriscava?!

Eu sempre fui do tipo insegura quando o assunto é corte de cabelo, cor e etc. Apesar de que em 2010 eu me joguei no ruivo acaju e em 2011 radicalizei com o preto. A única coisa que até então eu não tinha me arriscado era no loiro.

Pintei meu cabelo 2x de preto e então decidi voltar ao natural: castanho escuro. Os anos passaram e hoje, com um pé em 2016 decidi que finalmente me arriscaria no famoso Ombré Hair, um desejo antigo.

Mas como foi desistir do cabelo (novamente) virgem, Paula?
Muito difícil… mas recompensador.

Abaixo vocês conseguem ver como estava meu cabelo antes, natural:

Na última terça (dia 22/12) cheguei no salão as 18:15 determinada a sair de lá renovada. Só sai as 22:30.

O resultado ficou assim:


Cara lavada, mega cansada e morrendo de fome pra vocês! ;P
Amei o resultado e estou apaixonada pela nova cor. Nunca pensei que o loiro fosse me fazer um bem tão grande. Mudar faz bem! 🙂

Se você pretende fazer uma mudança desse tipo, recomendo sempre que faça em um salão com um profissional que você confie. Passei semanas atrás de alguém em que eu pudesse confiar e não foi fácil, até eu achar o Rodrigo Piovezan que é especialista e ARRASA nas colorações.
O Ro é bem conhecido então eu confio muito no trabalho dele.

O loiro também necessita de inúmeros cuidados e como fiz questão de não mexer na minha raiz, confesso que senti uma grande diferença nas pontas: no banho a parte loira sempre é mais difícil de desembaraçar e no secador ele é a parte que demora mais.

Fora os outros cuidados para a cor se manter sempre branquinha e hidratada, mas isso e quais produtos estou usando para cuidar dele eu vou deixar para contar mais em vídeo! 🙂

Um beijo!


Rodrigo Piovezan
RP Hair Stylist
Avenida Manoel Conceição, 1014 – Vila Rezende – Piracicaba/SP
TEL. 019 30351938 / 019 33759818

Página 2 de 3123